• Paulo Heit

    Dezesseis anos…
    O problema está nos dois. É uma idade boa para se perder tempo com maturidade e compromisso. O namoro de vcs não ficou mais sério… vcs é que ficaram sérios demais e perderam o gosto do romance adolescente.
    Dezesseis anos só se tem uma vez. Depois que passar, você vai sentir falta dessa doce época de irresponsabilidade.
    Namore com esse menino – ou escolha outro – mas não deixe que tudo isso atrapalhe o seu ritimo de vida.

  • http://blogue.reviravolta.net D. Leal

    “Eu sempre fui contra terminar e voltar” “nunca deixe nada para depois, resolva sempre na hora!” Apoio estas frases. É verdade que ao longo do tempo vamos ganhando maturidade, e que se for só uma vez que nos largamos, podemos voltar se soubermos lidar com o problema e não se voltar a repetir o afastamento, depois é tudo muito relativo com a experiência de cada um… Fico a pensar é na solução deste problema porque nada é linear… Eu também acho que a pessoa se apaixona pelo que conhece e não pelo que se transforma…

  • karina

    “porém com a maturidade que a idade traz, e o stress da vida, mas meu jeito continua o mesmo que ele conheceu Eu riiiiiiiiii! 16 aninhos ainda.. Linda vc nao sabe o que é ‘stress da vida…’ rsrsrs

  • karina

    “porém com a maturidade que a idade traz, e o stress da vida, mas meu jeito continua o mesmo que ele conheceu” Eu riiiiiiiiii! 16 aninhos ainda.. Linda vc nao sabe o que é ‘stress da vida…’ rsrsrs

  • Pingback: Eles Perguntam: |