• Sethdragoon

    Agente tem uma visão errônea à cerca do assunto. Acho que sim, a mulher tem de estudar, ter um nível superior, pra ter um intelectual legal. Só que tipo, sei lá, como homem, eu não importaria de sustentar minha esposa não, mas, quando falo isso, muitos entendem que eu serei o dono do dinheiro e ela que implore dinheiro para mim. Mas, não é assim, pq, tipo, aquilo que eu ganhar, seria para os 2, é o dinheiro do casal, assim como os afazeres que ela fizer, será para os 2, não só pra ela. Caso houvesse um divórcio, naturalmente, 50% meu, 50% dela. Entende, sem machismo. Até pq isso é meio humano, essa questão de o macho trazer a comida pra dentro de casa, todas as civilizações existentes foram assim, o que se passa hj, é meio que uma prova feminina de que ela também pode fazer coisas de homem, tendo em vista à repressão sofrida em anos passados ( tendo em vista que o mesmo não ocorreu nas demais sociedades ), mas a essência humana, isso é algo impossível de se tirar, é natural do macho visar a proteção e o sustento da fêmea, e a fêmea visar os filhos. Um exemplo clássico de sociedade que funciona desta maneira e não se tem machismo é o caso dos índios. Eles se dividem, os homens ficam com o sustento, as mulheres, com os cuidados mais domésticos, mas nem por isso eles são machistas. Às vezes, nossa sociedade que não segue os padrões de nossas anatomias.
    Quanto ao comentário do Marcelo, eu discordo, se vc reparar, em todas as espécies de mamíferos, é da natureza a fêmea ter mais poder que o macho ( indiretamente; O macho possui a força, o dom da dominação, mas, o mesmo é submisso à fêmea, vide os leões ).
    Vejo o processo se normalizando, entende, pq como o machismo ruiu, os homens passaram a ver a esposa de maneira mais carinhosa, aceitando suas fraquezas, e isso, conseqüentemente, faz a esposa ver o marido também de maneira carinhosa e mais confiante.
    Bom, pelo menos é isso que eu ando vendo acontecer, e, sinceramente, acho muito mais interessante agente olhar nossas diferenças de homem e mulher de maneira respeitosa, do que ficar igualando algo que é naturalmente desigual.
    Abraços.
    : )

  • Márcia

    Há 12 anos desisti de minha carreira profissional para tornar-me uma Amélia dos tempos modernos. Sempre cuidei de meus filhos, da casa, trabalhei como secretária particular do marido, dama de companhia da sogra. Sempre estive em todos os eventos escolares, esportivos e culturais das crianças. Neste ínterim pude estudar idiomas, informática. Tive oportunidade de aprender a fazer serviços mais simples como trocar resistência de chuveiro, interruptores e tomadas, instalar cortinas e varais, fazer serviços de despachante, ser conselheira, pude melhorar relacionamentos sociais, contribi para formação profissional de pessoas com as quais me relaciono, mesmo estando fora do mercado de trabalho, acredito que tudo isso veio enriquecer minha vida.
    Mas chega um momento em que a pessoa se questiona: o que fazer depois que os filhos crescerem? Como vou ocupar meu tempo? É necessário ter em mente, que o retorno ao mercado profissional nunca poderá ser descartado, ainda mais com a possibilidade de viver mais de 80 anos e com saúde. E como fazer para recomeçar? Será tudo do zero! O próprio perfil profissioanl mudou!
    A pessoa precisa de renovar para recomeçar!

  • Angela Borges

    Amélia era mulher de verdade… essa letra de música reportou a Mulher que honrava seu marido e cuidava da casa, economizava no lar, seculo 19 e 20 pra trás, a Amélia de hoje talvez não seja tudo isso, mas diz respeito a não deixar as crianças com estranhos este é um ponto importante, por isso conhecer a índole e investigar antecedentes criminais é um ponto chave e mesmo assim é realmente muito difícil, alguém ai comentou sobre a carreira e o futuro. Esta certo, hoje a mulher e o homem devem alcançar o seu futuro profissional e almejá-lo para ser o melhor possível inclusive para dar um futuro garantido aos filhos nos estudos e na carreira. Acredito que o post queria demonstrar ou expor o que a mulher de verdade se preocupa com tudo, mas não quer estar desleixada ou totalmente dedicada aos interesses da casa, ela deve saber dividir e equilibrar tudo com muita harmonia e limpeza, nem todo homem é maxista e nem toda a mulher deve carregar tudo sozinha as tarefas do lar devem ser divididas, mas em igual parceria a mulher e o homem tem que se manter apaixonados, elegantes e amorosos um para com o outro, existem homens e mulheres que encaram o ser humano como uma data de validade, o que eu acho horrível quando ouço este tipo de comentário, não sejamos puritanas muita gente diz isso e outros que valorizam o crescimento do ser humano e que brindam com o crescimento de ambos que na minha opinião este último é o mais correto, mas o que fazer quando o homem e a mulher deixaram-se levar pelo tempo e que o trabalho e o cansaço tomou deles toda a saúde e o bem estar um para com o outro? É hora de recomeçar e repensar todo o projeto do inicio da união e ver em qual momento deixaram de acreditar nos próprios sonhos para que isto volte a reviver entre ambos ou entre família. Procurar outros relacionamentos não resolverão o problema, apenas deixaram na memória que no primeiro problema a primeira coisa é fugir. Hoje em dia para ter casamentos bem firmes é preciso haver mesa redonda entre todas as partes relacionar tudo que precisa ser resolvido e faze-los um de cada vez para que o casal não se sobrecarregue sobre os problemas que juntos construíram.